Vinheta ASSINE O VOX.jpg

Frustrada com os eleitos, Teófilo Otoni

sai em busca de nomes para Assembleia e Câmara

ROBERTO  MARCOS - VOX

Domingo - 02/5/2021, às 11h54min - Editoria de POLÍTICA

Com a aprovação dos deputados Fabinho Ramalho e Neilando Pimenta "dando água", Teófilo Otoni trabalha a prospecção de um novo nome para ocupar esse espaço. O problema é que os grupos que lutam pelo poder na cidade – PT contra os demais - não enxergam nenhum nome que possa ser alçado a essa disputa (Assembleia ou Câmara), limitando-se, portanto, aos nomes ainda improváveis de Marinho e do prefeito Daniel Sucupira.

Nomes como de Edson Soares, Paulo Henrique, Ademir Camilo e outros são lembrados “de longe”, mas não possuem musculatura eleitoral e ressentem da falta de crença do eleitor que não deve apostar nesse caminho. Aliás, essas candidaturas só se viabilizariam (e com chances remotas) se houvesse, de fato, muita grana para ser colocada em uma trilha aberta em meio à descrença. Fora desse espaço, surge então o nome do ex-candidato a prefeito de Teófilo Otoni, Bruno Balarini, que, no mínimo, é visto por todos como promissor. Mesmo com o perfil talhado exclusivamente para o executivo - visão de que discordam os especialistas - Balarini é apontado como uma candidatura fértil, de pouco peso, para as eleições de 2022 porque sinaliza para o futuro. Trata-se, portanto, de uma oportunidade de aplainar sua caminhada para a disputa de 2024 e firmar-se como “algo fora do antipetismo obsessivo e da velha direta mofada”.

Recente enquete feita pelo VOX mostrou que parte do Vale do Mucuri, em sua maioria - 93,3% dos ouvidos – não renovaria o mandato dos atuais deputados, demonstrando, portanto, que Fabinho e Neilando (entre outros) não terão vida fácil para reeleição.

 

Essa constatação, da qual poucos se atrevem a discordar, facilita a trajetória de Bruno Balarino que surge como uma espécie de "outra via" para quem se cansou de fazer apostas nos "mesmos".

Reveja.jpg

Editoria do VOX conversou com Bruno Balarini que não afastou a possibilidade de disputar as eleições de 2022, já que é identificado por muitos como um defensor ferrenho do Vale do Mucuri e Teófilo Otoni. E para alguns outros observadores do cenário, "a população regional não pode continuar sendo usada a cada eleição por políticos  que jamais tiveram compromisso com a nossa terra". Balarini todavia, perguntado pela reportagem do VOX sobre a peculiaridade de os eleitores enxergarem-no como talhado para o Executivo, respondeu: "Estou sempre aberto  a ouvir as pessoas, pois juntos construiremos soluções para nossa dura realidade. Ouvirei cada que quiser fazer parte deste projeto inovador".

PUBLI Bar Tiragosto.webp
Carlos Chagas 1.png
Publicidade Menor CELL.jpeg
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
BOX Fechamento de matéria.jpg
Publicidade REYNALDO NEVES.jpg